Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

assistênciasocial
Atividades do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos de Descanso terá início em fevereiro

Publicado em 18/01/2023 às 16:37 - Atualizado em 18/01/2023 às 16:37

Neste ano serão oferecidas quatro oficinas aos frequentadores do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos
Créditos: Sandra Ghidini Baixar Imagem

Após o período de férias, o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos de Descanso voltará a atender crianças e adolescentes no contra turno escolar no dia 08 de fevereiro.

O Serviço atenderá aproximadamente 100 crianças e adolescentes entre 6 a 17 anos em situação de vulnerabilidade social, com os quais serão desenvolvidas ações socioeducativas complementares a fim de, possibilitar trocas de experiências, integração do grupo e aprendizado extra.

Conforme a secretária de Assistência Social, Andressa Brugnerotto, o retorno foi bem planejado. "Criamos uma programação de atividades e oficinas para complementar o trabalho social realizado e também para incentivar o desenvolvimento de novas habilidades e a criatividade dos participantes. Nesse sentido, iremos oferecer oficinas de Jiu-Jitsu, artes customizadas, jogos recreativos e violão, duas a mais do que oferecemos no ano passado", destaca.

Andressa anuncia também outra novidade. “Em parceria com a Secretaria de Agricultura, um técnico agrícola irá uma vez por semana no Serviço trabalhar o cultivo de hortaliças com as crianças e adolescentes, produção que será utilizada na alimentação dos participantes. Essa é mais uma atividade pensada para proporcionar ainda mais aprendizado e tornar essas atividades ainda mais interessantes”, finaliza.

O planejamento das atividades de 2023 também incluí a realização de campanhas nacionais, palestras, reuniões e encontros, que são realizados para benefício dos alunos matriculados e suas famílias. “O SCFV vai muito além do entretenimento das oficinas, pois busca acolher os usuários, realizar um trabalho em grupo, motivá-los a estudar cada vez mais, fortalecer a convivência familiar e comunitária e o desenvolvimento dos participantes”, finaliza Andressa.