---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

educação
Formação pedagógica é realizada de forma virtual para profissionais da educação

Publicado em 28/07/2020 às 20:50 - Atualizado em 29/07/2020 às 11:16

A psicóloga Luciane Marin palestrou nesta terça-feira por videoconferência para aproximadamente 75 profissionais da educação
Créditos: Sandra Ghidini Baixar Imagem

A Secretaria de Educação iniciou em fevereiro uma formação pedagógica continuada para todos os profissionais do setor. Ao todo, oito palestras fazem parte do projeto, que está sendo desenvolvido de forma virtual em função da pandemia do novo coronavírus.

Na manhã desta terça-feira, 28 de julho, a terceira palestra virtual foi realizada e contou com a presença, por meio de uma videoconferência, de aproximadamente 75 professores, auxiliares de ensino, zeladoras, merendeiras e profissionais da Secretaria.

Conforme o secretário de Educação, Maicon Rosin, o projeto é focado na saúde mental dos profissionais. “Tivemos já três palestras com o terapeuta Sergio Ribeiro que abordou assuntos como a gratidão, desafios da profissão e adaptação frente à nova realidade. Na manhã de hoje tivemos a palestra com a psicóloga Luciane Marin, que falou sobre as emoções e como construir a melhor versão de nós mesmos. Essas palestras vêm contribuir para que todos os profissionais possam se adaptar melhor com a nova realidade e com os desafios que surgem diariamente, acreditando mais em si mesmos”, ressalta.

Rosin destaca que a Secretaria tem trabalhado constantemente na busca de uma formação de qualidade e que atenda as necessidades desses profissionais. “Nos anos anteriores as formações eram voltadas para o trabalho e nesse ano buscamos trabalhar o profissional como indivíduo, para que possa refletir sobre suas emoções, angústias, anseios, buscando entender-se e autoconhecer-se cada vez mais”, destaca.

Para a professora Clarice Balbinot, esses temas são muito importantes, principalmente em tempos de pandemia. “Não estamos em isolamento social, mas sim isolamento físico, sem poder ficar perto ou abraçar como antes, e é nesse momento que esses assuntos são ainda mais importantes porque trabalham nossas emoções. A pandemia trouxe para nós, como profissionais de educação, muitos desafios, ficamos ansiosos e por vezes estressados, e essas reflexões são muito válidas e nos ajudam a passar por esse período nos conhecendo melhor e percebendo também que não estamos sozinhos”, comenta.