---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

saúde
Finalizado Novembro Azul, Saúde realiza ações contra o HIV/Aids e a Caminhada do Bem

Publicado em 02/12/2019 às 10:29 - Atualizado em 02/12/2019 às 10:31

Mais de 1.000 atendimentos em prevenção nas duas campanhas direcionadas para mulheres e homens
Créditos: Deonir Dalpias (Paulo Dim) Baixar Imagem

Deonir Dalpias (Paulo Dim)

A terceira e última etapa da campanha Novembro Azul foi promovida semana passada na unidade de saúde do distrito de Itajubá. Durante os dias úteis, 164 usuários fizeram o exame do PSA enquanto 127 exames de eletrocardiograma somente no sábado, 30 de novembro.

O número de homens que tem procurado as unidades de saúde no mês passado superou as expectativas, segundo o secretário municipal de Saúde, Cleber Rech. “São mais de 780 atendimentos voltados à prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata e problemas relacionados ao coração”.

Rech também lembrou que, um mês anterior, o Outubro Rosa somou 278 atendimentos em que mulheres fizeram o preventivo do colo de útero e receberem orientações sobre o câncer de mama. “Atingir mais de 1.000 atendimentos em outubro e novembro é sinal de que as pessoas estão se preocupando com a sua saúde de forma preventiva”.

Luta contra o HIV/Aids

De hoje até 6 de dezembro, as equipes de saúde vão realizar orientações sobre o Programa Fique Sabendo na Sala de Espera de cada unidade de saúde antes do acolhimento aos pacientes. E até 20 de dezembro, os usuários de cada Estratégia Saúde da Família terão a oportunidade de fazer a prevenção contra a Aids, realizando o teste de HIV.

Caminhada do Bem

Na sexta-feira, 6 de dezembro, no período da manhã, o secretário também diz que será feita a Caminhada do Bem. A mobilização dos profissionais de saúde faz parte do projeto do Grupo Terapêutico Bem Viver, que atualmente tem dois grupos em andamento.

Com saída às 8h da área coberta, ao lado do Salão Paroquial, o objetivo é orientar sobre a importância da atividade física para o bem-estar físico e mental. Naquela manhã, as unidades estarão fechadas para o atendimento ao público, porque depois da caminhada haverá planejamento dos profissionais. Em casos de emergência, as pessoas devem procurar a Fundação Médica Hospitalar.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar