---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

transportes
Contratado rompedor hidráulico para ter maior qualidade nos serviços executados nas estradas rurais

Publicado em 08/10/2018 às 15:39 - Atualizado em 09/10/2018 às 07:41

Trabalho iniciou semana passada na linha Leste
Créditos: Deonir Dalpias (Paulo Dim) Baixar Imagem

Deonir Dalpias (Paulo Dim)

Pela primeira vez no município, o Governo de Descanso contratou 70 de 150 horas licitadas de um rompedor hidráulico. A máquina terceirizada iniciou os serviços na semana passada e contribuirá com a Secretaria de Transportes no momento em que a frente de profissionais, responsável pela atuação focada e concentrada, trabalha na melhoria das estradas rurais.

A existência de pedras grandes e lajes representam graves problemas. Um deles que traz transtornos é que, mesmo com ações de recuperação das vias, muitas vezes a água da chuva não consegue percorrer pelas sarjetas. Ao atravessar ou ficar acumulada na estrada, a água danifica a camada de cascalhamento, ocasionando, na maioria das vezes, o surgimento de buracos.

Para o prefeito Sadi Bonamigo, a vontade de promover as ações no município é muito maior, no entanto, tudo deve ser feito dentro de um planejamento financeiro e cuidado com o dinheiro público. “Percebemos que temos dois problemas nas estradas: a falta de cascalho de qualidade em vários locais e a outra são os bicos de pedras e lajes, que precisam ser rompidas para que se possa colocar tubulação e fazer sarjetas de forma adequada. Por isso, não vamos descansar um minuto enquanto não conseguirmos resolver essa questão de termos boas estradas, sabendo que o meio rural é o coração do desenvolvimento de nosso município”.

Os serviços do rompedor, conforme o secretário Paulo Henrique Burin (Paulinho), é muito essencial para a conservação das estradas, quando estas receberem alargamento, cascalhamento, compactação e tubulação. “Os serviços de rompedor hidráulico serão priorizados quando ocorrem os trabalhos concentrados em determinado local, porque a demanda é grande e em todo o território rural existe um ponto aqui ou ali que precisa ser rompido”.

Ainda de acordo com Paulinho, normalmente onde existem as lajes ou pedras grandes, necessitava de uma camada maior de cascalho. Contudo, com a chuva, esse material era levado embora pela água. “Assim que ser feito o rompimento, a água conseguirá percorrer até o primeiro bueiro ou desaguador”.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar