---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

agricultura
Inaugurada a reestruturação da Casa do Agricultor

Publicado em 20/10/2018 às 09:05 - Atualizado em 20/10/2018 às 09:12

Reformas, reestruturação, melhorias e aquisição de móveis somam investimentos de aproximadamente R$ 52 mil
Créditos: Vanessa Karine Baixar Imagem

Deonir Dalpias (Paulo Dim)

Totalmente reformada e espaços readequados, a Casa do Agricultor de Descanso foi inaugurada no final da tarde de sexta-feira, 19 de outubro. Autoridades, profissionais e agricultores participaram do ato em que houve o descerramento da placa de identificação em homenagem a Eduardo Wronski.

Localizada ao lado do Centro Administrativo (Prefeitura), a Casa do Agricultor teve reformas em virtude de infiltrações, pinturas internas e externas, colocação de divisórias, mobílias, instalações elétricas e de gás, o que somou investimentos de aproximadamente R$ 52 mil.

Antes da reestruturação da Casa, apenas funcionava a Feira do da Agricultura Familiar. Após, a atividade que é desenvolvida todas as sextas-feiras, no período da tarde, possui ambiente melhor para a exposição dos produtos.

No local, também são feitos os atendimentos da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, departamento técnico, setor de blocos e o Icasa (Instituto Catarinense de Sanidade Agropecuária) em espaços mais amplos e confortáveis para o agricultor.

De acordo com o prefeito Sadi Bonamigo, a equipe de governo não tem medido esforços para melhorar cada vez mais os serviços prestados aos descansenses, neste caso, do meio rural, responsável por mais de 73% do movimento econômico do município.

“A busca de recursos para a construção da Casa do Agricultor foi articulada e conquistada na gestão em que fui prefeito de 2009 a 2012. O local da forma como está hoje valoriza o nosso agricultor e produtor, merecendo todo o nosso respeito e carinho. A homenagem a Eduardo Wronski é justa porque foi inclusive, meu primeiro professor, líder sindical e cooperativista, além de conciliador e referência em comunidades e município como um todo”, disse Bonamigo.

A secretária municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Marlise Lovatel, destaca que cada vez mais está se buscando a valorização dos agricultores do município, incentivando a produção agropecuária, com novos programas e agora em um ambiente mais confortável e adequado para que eles recebam um ótimo atendimento e sintam-se à vontade na Casa do Agricultor.

Segundo Adalberto Wronski, filho de Eduardo Wronski, a homenagem ao pai representa uma forma de agradecer por tudo que fez em prol da agricultura do município. Uma frase encontrada pelos familiares e que está fixada na parede da Casa do Agricultor diz o seguinte: “vozes isoladas não tem possibilidade de se fazerem ouvir”.

O presidente da Câmara de Vereadores, Márcio Bortoloto, lembrou do projeto de lei de sua autoria para que a Casa do Agricultor levasse o nome de Eduardo Wronski. “Que todos os agricultores façam bom uso desse espaço”.

 

Depois da programação oficial, os participantes foram convidados para degustação dos alimentos produzidos pelos agricultores do município.

Serviços

O horário de atendimento na Casa do Agricultor é igual a de outras repartições públicas municipais: das 7h30 às 11h30 e das 13h às 17h.

Projeto de lei

O projeto de lei 42/2018, de autoria do vereador Márcio Bortoloto, tem como objetivo principal homenagear Eduardo Wronski (in memoriam), por ter sido um dos pioneiros de nosso município, vindo a residir na comunidade de linha Famoso, com sua esposa Maria Francisca da Rocha, no ano de 1960, onde por 15 anos atuou como professor dos alunos que lá residiam. Foi fundador do primeiro Sindicato Rural de Descanso, fortalecendo a classe de agricultores.

À frente do Sindicato trabalhou juntamente com o agrônomo da Acaresc, hoje Epagri, na organização dos agricultores, trazendo os primeiros métodos de conservação do solo, como aberturas de terraços e outras práticas. Neste mesmo ano terminou de cursar o ginásio, estando ele entre os primeiros alunos a se formarem na Escola Básica Everardo Backheuser.

Em 1975, uma agência do Besc se instalou em Descanso. Após passar no concurso, Eduardo exerceu a função de bancário. Alguns anos depois foi chamado para trabalhar no escritório da Cooper Santa Lúcia, atual Cooperativa A1, sendo mais tarde eleito diretor secretário da cooperativa. Sua participação efetiva, juntamente com os demais colegas, fez ver a necessidade de se criar também uma cooperativa de crédito, tendo ele assumido a incumbência de iniciar os trabalhos. Após muito esforço e trabalho viu seu sonho se concretizar e a cooperativa de crédito foi criada. Ele foi o sócio número 1 e eleito primeiro presidente, acumulando os cargos de secretário da Cooper Lúcia e presidente da cooperativa de crédito, cargos que deixou ao se aposentar.

Eduardo sempre foi um homem atuante na comunidade, bem como no município. Em sua comunidade exerceu o cargo de secretário na diretoria da igreja por vários mandatos seguidos, assim como no esporte. Tudo que Eduardo fazia era com responsabilidade e dedicação, procurando sempre beneficiar a grande maioria, levando sempre a marca forte de seu caráter: a honestidade.

Pelas razões expostas, entendemos justa e merecida essa homenagem prestada com nomeação deste prédio público como “Casa do Agricultor Eduardo Wronski”.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar